Sugestões de Leitura






Sinopse
Esta coleção concretiza um dos principais objetivos das Metas Curriculares de Português do 1.º Ciclo que reside no acesso de todos os alunos que frequentam o Ensino Básico a obras literárias de referência, fomentando, assim, o domínio da Educação Literária.
A leitura de três das histórias deste livro é obrigatória para o 2.º ano de escolaridade.


O Tesouro

Sinopse


Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 3º ano de escolaridade destinados a leitura orientada na sala de aula - Grau de Dificuldade II. 
O Tesouro foi publicado pela primeira vez em 1994, pela Associação 25 de Abril e pela APRIL, com o alto patrocínio do Presidente da República de então, Dr. Mário Soares. Em 1999, nos 25 anos do 25 de Abril, O Tesouro deu origem ao premiado filme de João Botelho: Se a Memória Existe.
A nova edição foi enriquecida com magníficos desenhos de Pedro Proença: uma parceria que já nos habituou a outros tesouros como O Pequeno Livro da Desmatemática ou Perguntem aos Vossos Gatos e aos Vossos Cães.







Sinopse

Forçada a exilar-se em 1808, Juliana de Almeida Oeynhausen, a terceira filha da marquesa de Alorna, parecia condenada às agruras da emigração e à tristeza de um casamento infeliz. Contudo, dotada de um espírito vivo e inconformista, conseguiu libertar-se de constrangimentos sociais e familiares, vencer a adversidade e conquistar a sua independência e felicidade.
As suas qualidades de mulher ilustrada e cosmopolita, foram conhecidas e apreciadas por grandes figuras da Europa de então com quem teve a oportunidade de privar: a rainha Vitória de Inglaterra, o imperador da Alemanha, e os czares Nicolau i e Alexandre ii da Rússia. A surpreendente e colorida história da sua vida, que uma investigação profunda e exaustiva permitiu trazer agora a público, foi esquecida e deturpada nos alvores do século xx e, desde então, a sua memória tem sido injustamente enxovalhada. Porém, como disse um diplomata português seu contemporâneo «não se pode fazer mais honra do que ela fez sempre ao nome português». Deixou abundantes provas disso mesmo em São Petersburgo, na Rússia, onde viveu os últimos anos da sua vida, como condessa Stroganoff.


Sinopse


Se não fosse a dúvida, não seria uma história de amor.


Mário, um algarvio de Tavira a quem os reveses económicos da família levaram a trabalhar numa salina, vigia, durante dois dias, o céu e os sinais de uma chuva próxima enquanto espera pelo regresso da mulher. A ironia da vida surpreende-o, e ao procurar autenticar uma fantasia, descobre que o segredo é outro, bem mais doloroso, que o leva a pôr em causa o seu casamento com a mulher que sempre amou. Totalmente alheia aos tormentos inventados e reais pelos quais passou o seu marido, Irene chega no preciso momento em que começa a chover e urge colher a flor do sal antes que se estrague. A ternura de um abraço e a confirmação do amor que sentem um pelo outro, põem um ponto final numa história que não é mais do que isso mesmo, uma história.








Sinopse
Os doze contos deste livro transportam-nos para universos mágicos repletos de personagens invulgares: um conto que ninguém quer ler, uma meia vaidosa sem o seu par, um barco feito de chocolate que só pode ser comido por crianças enquanto viajam nele...




Com uma escrita clara e elegante, Cristina Norton, oferece-nos estas histórias que vão maravilhar, fazer rir e pensar. Autora de romances como O Afinador de Pianos, O Segredo da Bastarda e A Casa do Sal, tem dedicado à infância uma atenção particular através das suas oficinas de escrita criativa.

Nesta edição de O Barco de Chocolate, vencedor do prestigiado Prémio Adolfo Simões Müller, acrescentou-se a beleza e fantasia das ilustrações de Danuta Wojciechowska, vencedora do Prémio Nacional de Ilustração.











Sinopse


De Perón a Evita, passando por Franco e Salazar, Benjamin, um afinador de pianos madrileno, vê-se arrastado por acontecimentos políticos que o condicionam. A profissão leva-o a viajar até à Galiza nas vésperas da Guerra Civil espanhola. Separado da família durante os três anos que dura o conflito, a sua vida complica-se ao ponto de empreender uma fuga que o leva a uma Lisboa de espiões e de refugiados e, mais tarde, a Buenos Aires.
Com uma narrativa apaixonante, Cristina Norton envolve-nos numa história de encontros e desencontros, de amor e de guerra, onde quarenta anos de realidade histórica convivem com o imaginário latino-americano.
O humor e a ironia estão sempre presentes e os enredos picarescos das várias personagens imprimem ao livro um compasso de tango - sensual e provocador.





Sinopse


Uma escrava muda conta um segredo guardado durante 200 anos; um escravo apaixona-se por quem não deve; uma carioca leva um português a descobrir as delícias do sexo; um cientista judeu a quem são confiados dois livros raros naufraga nas ilhas Malvinas. Estas são algumas das personagens deste romance, que nos narra a vida de Luís Joaquim dos Santos Marrocos, um bibliotecário hipocondríaco que, em 1811, atravessa o Atlântico rumo ao Brasil acompanhado por 76 caixotes cujo conteúdo era verdadeiramente precioso: no seu interior seguia a Real Biblioteca do Palácio de Ajuda, inicialmente esquecida no cais de Belém aquando da saída apressada da Corte portuguesa para o Brasil em 1808. A chegada ao Rio de Janeiro não foi fácil para Marrocos ao deparar-se com uma cidade onde nada o seduzia, - nem a comida, nem os cheiros, nem o calor - e com uma corte endividada, amante de cerimónias grandiosas e grosseira nos seus costumes diários. Mas tudo mudou quando conheceu Ana de Souza Murça. A autora descreve-nos uma vida rica em acontecimentos inesperados, onde a
ironia se mistura com momentos comoventes.
Depois do sucesso de O Segredo da Bastarda Cristina Norton volta a deslumbrar-nos com o seu estilo expressivo e inovador assente numa pesquisa histórica séria. Este romance enfeitiçará e prenderá o leitor.










Sinopse

Eugénia de Meneses, neta do marquês de Marialva e nascida em Guimarães, foi, segundo uma crónica da época, uma mulher de tão triste destino.

Depois de passar os anos mais felizes da sua infância no Brasil, volta a Portugal e, já adulta, é escolhida para dama da corte, onde conhece um amor impossível que a leva a optar pelo celibato. Bela, inteligente, culta, alegre e independente, Eugénia vê a sua vida tornar-se um pesadelo quando a impiedosa princesa Carlota Joaquina a acusa de um crime que não cometeu e D. João VI, «o rei clemente», não fez jus ao seu cognome perante a única mulher que amou.

Baseando-se em factos reais, graças a cartas e documentos cedidos por várias famílias, Cristina Norton conta-nos neste romance comovente uma história abafada por ordem régia durante mais de duzentos anos.





Leituras para o Primeiro Ciclo do Ensino Básico


               ___________________________________________


O 25 de Abril Contado às Crianças... e aos Outros
Sinopse

Livro com preocupações ecológicas.


O livro «Os Guardiões das Florestas» procura apelar e sensibilizar os mais jovens para a necessidade de se ter um comportamento responsável no âmbito das preocupações ecológicas, nomeadamente na proteção da floresta.



O dia 25 de Abril de1974 vale por si mesmo, ou seja, por aquilo que aconteceu nessas 24 horas históricas. Mas vale, principalmente, por aquilo com que acabou e por aquilo a que deu início.

E assim também começa este livro, especialmente escrito a pensar nos pequenos e jovens leitores, nos seus pais, nos seus familiares e nos seus amigos.

__________________________________________________________________________

SINOPSE

Romance do 25 de AbrilE se um menino se chamasse Portugal?
Ou então: pode o Portugal do antes do 25 de Abril ser comparado a um menino?
Ora por que não?
Ouçam pois a sua história: como cresceu e sofreu e lutou até, já adulto, ver realizado um sonho.
E que sonho foi esse? O da liberdade, é claro. Mas imaginou também uma democracia e uma justiça que julgou possíveis no seu país à beira-mar.
Esse país onde hoje o mesmo menino, homem feito agora, continua atento a sonhar com um mundo melhor.



___________________________________________________________________


Uma Aventura na Terra e no Mar
Sinopse
Participar numa volta à Ria de Aveiro em bicicleta aliciou alunos e professores de muitas escolas. A cidade ficou a abarrotar de gente nova, houve festas divertidíssimas, e por uma vez na vida as gémeas até quiseram parecer diferentes. Chico ia ganhando a corrida mas na última volta viu-se ultrapassado pelo Gabriel, um rapaz cabo-verdiano muito simpático. Como bom desportista, Chico aceitou o segundo lugar. O que não aceitou foi limitar-se aos programas preparados pela organização. E assim, a meio da noite, desapareceu ele e o João. Para onde teriam ido? Os amigos ficaram em pânico quando descobriram que eles tinham partido para o alto mar.


O Teu Rosto Será o Último

Prémio Leya 2011

Sinopse

Tudo começa com um homem saindo de casa, armado, numa madrugada fria. Mas do que o move só saberemos quase no fim, por uma carta escrita de outro continente. Ou talvez nem aí. Parece, afinal, mais importante a história do doutor Augusto Mendes, o médico que o tratou quarenta anos antes, quando lho levaram ao consultório muito ferido. Ou do seu filho António, que fez duas comissões em África e conheceu a madrinha de guerra numa livraria. Ou mesmo do neto, Duarte, que um dia andou de bicicleta todo nu. Através de episódios aparentemente autónomos - e tendo como ponto de partida a Revolução de 1974 -, este romance constrói a história de uma família marcada pelos longos anos de ditadura, pela repressão política, pela guerra colonial. Duarte, cuja infância se desenrola já sob os auspícios de Abril, cresce envolto nessas memórias alheias - muitas vezes traumáticas, muitas vezes obscuras - que formam uma espécie de trama onde um qualquer segredo se esconde. Dotado de enorme talento, pianista precoce e prodigioso, afigura-se como o elemento capaz de suscitar todas as esperanças. Mas terá a sua arte essa capacidade redentora, ou revelar-se-á, ela própria, lugar propício a novos e inesperados conflitos?

Lista de Livros adquiridos pela Biblioteca

http://pt.scribd.com/doc/127748927/Livros-de-Oferta-adquiridos
http://pt.scribd.com/doc/129076670/Livros-de-Oferta-Correios



O Tempo Entre Costuras

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para os 10º, 11º e 12º anos de escolaridade, destinado a leitura autónoma. Também recomendado para as Novas Oportunidades, destinado a leitura autónoma - Grau de Dificuldade III.

Sinopse


«O Tempo entre Costuras» é a história de Sira Quiroga, uma jovem modista empurrada pelo destino para um arriscado compromisso; sem aviso, os pespontos e alinhavos do seu ofício convertem-se na fachada para missões obscuras que a enleiam num mundo de glamour e paixões, riqueza e miséria mas também de vitórias e derrotas, de conspirações históricas e políticas, de espias. Um romance de ritmo imparável, costurado de encontros e desencontros, que nos transporta, em descrições fiéis, pelos cenários de uma Madrid pró-Alemanha, dos enclaves de Tânger e Tetuán e de uma Lisboa cosmopolita repleta de oportunistas e refugiados sem rumo.










Quando Lisboa Tremeu

Sinopse

Lisboa, 1 de Novembro de 1755. A manhã nasce calma na cidade, mas na prisão da Inquisição, no Rossio, irmã Margarida, uma jovem freira condenada a morrer na fogueira, tenta enforcar-se na sua cela. Na sua casa em Santa Catarina, Hugh Gold, um capitão inglês, observa o rio e sonha com os seus tempos de marinheiro. Na Igreja de São Vicente de Fora, antes da missa começar, um rapaz zanga-se com a sua mãe porque quer voltar a casa para ir buscar a sua irmã gémea. Em Belém, um ajudante de escrivão assiste à missa, na presença do rei D. José. E, no Limoeiro, o pirata Santamaria envolve-se numa luta feroz com um gangue de desertores espanhóis. De repente, às nove e meia da manhã, a cidade começa a tremer. Com uma violência nunca vista, a terra esventra-se, as casas caem, os tectos das igrejas abatem, e o caos gera-se, matando milhares. Nas horas seguintes, uma onda gigante submerge o Terreiro do Paço, e durante vários dias incêndios colossais vão aterrorizar a capital do reino. Perdidos e atordoados, os sobreviventes andam pelas ruas, à procura dos seus destinos. Enquanto Sebastião José de Carvalho e Melo tenta reorganizar a cidade, um pirata e uma freira tentam fugir da justiça, um inglês tenta encontrar o seu dinheiro, e um rapaz de doze anos tenta encontrar a sua irmã gémea, soterrada nos escombros.
Enquanto Salazar Dormia...

Sinopse

Lisboa, 1941. Um oásis de tranquilidade numa Europa fustigada pelos horrores da II Guerra Mundial. Os refugiados chegam aos milhares e Lisboa enche-se de milionários e actrizes, judeus e espiões. Portugal torna-se palco de uma guerra secreta que Salazar permite, mas vigia à distância.
Jack Gil Mascarenhas, um espião luso-britânico, tem por missão desmantelar as redes de espionagem nazis que actuavam por todo o país, do Estoril ao cabo de São Vicente, de Alfama à Ericeira. Estas são as suas memórias, contadas 50 anos mais tarde. Recorda os tempos que viveu numa Lisboa cheia de sol, de luz, de sombras e de amores. Jack Gil relembra as mulheres que amou; o sumptuoso ambiente que se vivia no Hotel Aviz, onde espiões se cruzavam com embaixadores e reis; os sinistros membros da polícia política de Salazar ou mesmo os taxistas da cidade. Um mundo secreto e oculto, onde as coisas aconteciam "enquanto Salazar dormia", como dizia ironicamente Michael, o grande amigo de Jack, também ele um espião do MI6. Num país dividido, os homens tornam-se mais duros e as mulheres mais disponíveis. Fervem intrigas e boatos, numa guerra suja e sofisticada, que transforma Portugal e os que aqui viveram nos anos 40


Histórias que me contaste tu
Livro recomendado pelo PNL

Sinopse

O Escaravelho contador de histórias, personagem deliciosa do imaginário de Manuel António Pina, volta a aparecer, não se sabe bem de onde (como sempre), para deixar mais uma mão cheia de contos envoltos num denso nevoeiro onde se confundem as personagens, a ordem cronológica e até as palavras. O escaravelho é, afinal, o “tu” que nos conta as histórias mais fantásticas, que aparece quando menos o esperamos, nos faz uma companhia tão boa ao contar-nos histórias que não imaginávamos possível serem histórias, e no fim se vai embora muito apressado, não nos dizendo sequer o seu nome. Guardamos a memória dele e das suas histórias, que mais tarde contaremos a alguém, para quem nos tornamos o “tu” contador de histórias...




O cavalinho de pau do Menino Jesus e outros contos de Natal

Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, para o 3º ano de escolaridade, destinado a leitura autónoma e leitura com apoio do professor ou dos pais.
 


 


Sinopse
Quando soube que o Menino Jesus tinha nascido, o Pai Natal ficou contentíssimo. Vestiu-se a correr, carregou o trenó com presentes e chamou as renas: "Dasher, Dancer, Dunder... Venham depressa!" Quando a Mãe Natal, que fora fazer compras, chegou a casa, o Pai Natal já tinha atrelado as renas e estava pronto para partir.






Como se desenha uma casa

Como se Desenha uma Casa é o mais recente livro de poesia de Manuel António Pina, galardoado com o Prémio Camões 2011.

Excerto
O regresso
«Como quem, vindo de países distantes fora de si,
chega finalmente aonde sempre esteve
e encontra tudo no seu lugar,
o passado no passado, o presente no presente, 
assim chega o viajante à tardia idade
em que se confundem ele e o caminho. 
Entra então pela primeira vez na sua casa
e deita-se pela primeira vez na sua cama. 
Para trás ficaram portos, ilhas, lembranças, 
cidades, estações do ano. 
E come agora por fim um pão primeiro
sem o sabor de palavras estrangeiras na boca.»






As nossas sugestões de leitura neste mês vão para a obra do escritor Manuel António Pina

Prémio Bissaya Barreto 2010
Prémio Camões 2011

NA BIBLIOTECA

O que não pode ser dito
guarda um silêncio
feito de primeiras palavras
diante do poema, que chega sempre demasiadamente tarde,
quando já a incerteza
e o medo se consomem
em metros alexandrinos.
Na biblioteca, em cada livro,
em cada página sobre si
recolhida, às horas mortas em que
a casa se recolheu também
virada para o lado de dentro,
as palavras dormem talvez,
sílaba a sílaba,
o sono cego que dormiram as coisas
antes da chegada dos deuses.
Aí, onde não alcançam nem o poeta
nem a leitura,
o poema está só.
‘E, incapaz de suportar sozinho a vida, canta.’



 

Pena Suspensa

Plano Nacional de Leitura


Pena SuspensaLivro recomendado para o 10º, 11º e 12º ano de escolaridade, destinado a leitura autónoma.
Fernando Pinto do Amaral (n. 1960), poeta, tradutor e crítico literário, começou a publicar a sua obra em 1990 (Acédia), reuniu essa obra dez anos depois (A Poesia Reunida, 2000) e regressa agora com este novo título, "Pena Suspensa", um conjunto de poemas que falam de momentos da adolescência, episódios do quotidiano, um filme, o processo de escrita, o mundo da literatura, ou mesmo o 11 de Setembro.



Área da Serviço

Sinopse

Neste conjunto de 18 narrativas por vezes estranhamente intrigantes, Fernando Pinto do Amaral percorre esse espectro de emoções e interroga os seus mistérios numa escrita intensa, em que lirismo e ironia se misturam para criar uma atmosfera cujas personagens se recortam num horizonte nem sempre realista, mas talvez apto a permitir-nos «a miragem de uma fuga ou a ilusão de um reencontro com uma verdade perdida».





Lista de Livros adquiridos pela Biblioteca







As aventuras de Robinson Crusoé

O livro conta a história de Robinson Crusoé que era um jovem marinheiro inglês. Um dia decide seguir seu caminho e parte para uma aventura sem avisar ninguém, embarca em um navio. Como castigo do destino, seu navio é pego por uma tesmpestade e naufraga. Toda a tripulação morre, exceto pelo jovem Crusoé, encalhado naquela ilha do Caribe. Lá ele tem duas escolhas, se deixar levar pela maré ou lutar pela sua vida. Ele busca por mantimentos no navio naufragado. Constroe uma fortaleza de madeira na praia e uma outra casa, embrenhada na floresta, a qual chamava de "Casa de Campo", plantou cereais a partir de grãos que haviam no navio... .



Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado no programa de português do 7º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada na sala de aula - Grau de Dificuldade II.



 "Numa escrita inexcedivelmente sóbria e transparente, e através de breves episódios, este romance conduz-nos em crescendo de emoção desde a primeira infância rural de uma judia na Alemanha, pelos finais da Primeira Grande Guerra Mundial, até ao avolumar de crises (inflação, desemprego, assassínio de Rathenau, aumento da influência e vitória dos Nazistas) que por fim a obrigam ao exílio mesmo na eminência de um destino trágico num campo de concentração. Há uma felicíssima imagem simbólica de tudo, que é a do lento avançar de uma trovoada que acaba por estar ".


Pequenas Mentirosas
Sinopse

Nunca confies numa menina bonita
Bisbilhotices é que não faltam no universo elegante de Rosewood. E todos - mas todos - escondem um segredo, sobretudo as jovens Spencer, Aria, Emily e Hanna.
Spencer cobiça o namorado da irmã. Aria tem um caso ilícito. Emily está apaixonada pela primeira vez. E Hanna faz o que for preciso para ser bonita.
Mas mais profundo e obscuro é o segredo terrível que as quatro amigas partilham - e que julgavam ter enterrado para sempre.
Então, alguém que se apresenta como «A» começa a enviar mensagens assustadoras às raparigas. De repente, todos os seus segredos - os pequenos, os grandes e os há muito esquecidos - deixam de o ser.
E nada - nem ninguém - está a salvo em Rosewood.



Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado para os 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, destinado a leitura autónoma.

Escrito na ParedeQuando o Daniel chega a casa, a mãe não está. Não se preocupa, porque já se habituou a que ela chegue tarde e a ficar sozinho. E agora tem o Rufo, um cão rafeiro, gorducho e mal-humorado, para lhe fazer companhia. Nos dias seguintes, tenta esforçar-se por não se alarmar. Talvez a mãe esteja em casa de uma amiga, talvez se tenha esquecido de avisar o Daniel. Passam-se dias, e o Daniel já não sabe o que fazer...






Sinopse

Apenas um pequeno grupo de iluminados conhece o inquietante mistério associado à Lança do Destino que, em silêncio, atravessa séculos e milénios. As cidades de Istambul, Argel e Salónica do século XVI são o exótico cenário da luta entre o Bem e o Mal, onde nasce uma terrível profecia que ameaça o futuro da Humanidade.

A Profecia de Istambul é um empolgante romance que traz à cena os prodigiosos seres que transformaram a bacia do Mediterrâneo num fervente caldeirão cultural durante o Século de Ouro. Num tempo em que mudar de religião pode significar a ascensão social ou a fogueira da Inquisição, muitos são os homens e as mulheres permanentemente confrontados com as mais duras penas, e com a sua própria consciência, para que tomem a decisão das suas vidas.

Pelo meio de corsários, cativos, renegados, conquistadores e judeus fugidos dos estados ibéricos, entre um inviolável pacto e um perturbante mistério, emerge uma fascinante história de amor, que irá colocar à prova os valores mais profundos de um ser humano.

O que é mais valioso: o amor ou a salvação da Humanidade?


Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado no programa de português do 5º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada na sala de aula - Grau de Dificuldade III.

Um estranho mal atacou os instrumentos musicais, que deixaram de tocar. O mundo ficou mais triste, mais feio, mais cinzento. Um jovem flautista e alguns amigos vão tentar descobrir a doença que estrangulou a música. O exército dos Cinzentões persegue os últimos resistentes. Quem toca, foge. Vai ser sempre assim? A desordem ganhará à harmonia? As trevas vencerão a luz? O flautista Celestino não se conforma e o autor da peça também não.




Sinopse

Uma paleógrafa é brutalmente assassinada na Biblioteca Vaticana quando consultava um dos mais antigos manuscritos da Bíblia, o Codex Vaticanus. A polícia italiana convoca o célebre historiador e criptanalista português, Tomás Noronha, e mostra-lhe uma estranha mensagem deixada pelo assassino ao lado do cadáver. A inspectora encarregada do caso é Valentina Ferro, uma beldade italiana que convence Tomás a ajuda-la no inquérito. Mas a sucessão de homicídios semelhantes noutros pontos do globo leva os dois investigadores a suspeitarem de que as vítimas estariam envolvidas em algo que as transcendia. Na busca da solução para os crimes, Tomás e Valentina põem-se no trilho dos enigmas da Bíblia, uma demanda que os conduzirá à Terra Santa e os colocará diante do último segredo do Novo Testamento. A verdadeira identidade de Cristo.
Baseando-se em informações históricas genuínas, José Rodrigues dos Santos confirma-se nesta obra excepcional como o grande mestre do mistério. Mais do que um notável romance, O Último Segredo desvenda-nos a chave do mais desconcertante enigma das Escrituras.

Excerto
«A inspectora esboçou um esgar inquisitivo.
“Erros? Que erros?”
O historiados susteve-lhe o olhar.
“Não sabia? A Bíblia contém muitos erros.”
“O quê?”
Tomás girou a cabeça em redor, procurando certificar-se de que ninguém o escutava. No fim de contas encontrava-se em pleno Vaticano e não queria desencadear nenhum incidente. Viu dois sacerdotes junto à porta que conduzia à Leonina, um deles devia ser o prefetto da biblioteca, mas concluiu que a distância era suficientemente grande e não corria o risco de ser escutado.
Inclinou-se, mesmo assim, para a sua interlocutora e numa postura de conspirador preparou-se para partilhar com ela um segredo com quase dois milénios.
“São milhares de erros a infectar a Bíblia”, murmurou. “Incluindo fraudes.”»

Críticas de imprensa
«Melhor do que Dan Brown.» Tros Nieuwsshow, Holanda


Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado no programa de português do 9º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada na sala de aula.


Capitães da Areia é o livro de Jorge Amado mais vendido em todo o mundo. O autor descreve, em páginas carregadas de beleza, dramatismo e lirismo poucas vezes igualados na literatura universal, a vida dos meninos abandonados nas ruas de Salvador. Dividido em três partes, o livro atinge um clímax inesquecível no capítulo "Canção da Bahia, Canção da Liberdade", em que é narrada a emocionante despedida de um dos personagens da história, que se afasta dos seus queridos Capitães da Areia "na moita misteriosa das macumbas, enquanto os atabaques ressoam como clarins de guerra". Obra com texto integral e definitivo fixado por Paloma Amado e Pedro Costa.

Sinopse
Outubro, 1975. Quando o avião levantou voo deixando para trás a baía de Luanda, Carlos Jorge tentou a todo o custo controlar a emoção. Em Angola deixava um pedaço de terra e de vida. Acompanhado pela mulher e filhos, partia rumo ao desconhecido. A uma pátria que não era a sua. Joana não ficou indiferente ao drama dos passageiros que sobrelotavam o voo 233. O mais difícil da sua carreira como hospedeira. No meio de tanta tristeza, Joana não conseguia esquecer o olhar firme e decidido de Carlos Jorge. Não percebia porquê, mas aquele homem perturbava-a profundamente. Despertava-a para a dura realidade da descolonização portuguesa e para um novo sentimento que só viria a ser desvendado vinte anos mais tarde. Foram milhares os portugueses que entre 1974 e 1975 fizeram a maior ponte área de que há memória em Portugal. Em Angola, a luta pelo poder dos movimentos independentistas espalhou o terror e a morte por um país outrora considerado a jóia do império português. Naquela espiral de violência, não havia outra solução senão abandonar tudo: emprego, casa, terras, fábricas e amigos de uma vida.



Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado no programa de Português do 8º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada na sala de aula - Grau de Dificuldade III.

O Mundo da infância foi assim, para Sophia, além do Porto e da Granja, das tradições nórdicas e da língua portuguesa, o caminho para um encontro aos doze anos com Homero e a luz mediterrânica, a nostalgia do «divino como convém ao real», tornando-a «uma mistura de Norte e Sul».
(Miguel Serras Pereira In Jornal de Letras)





Sinopse

Naquele dia gélido de Dezembro, Jeremy Marsh ia apenas desvendar mais um caso paranormal fraudulento, numa pequena vila perdida na Carolina do Norte. Luzes misteriosas tinham sido avistadas num cemitério antigo que, segundo crença local, se encontrava assombrado. Habituado como estava a denunciar ocorrências semelhantes, Jeremy ia antecipando, enquanto conduzia velozmente pelas vastas planícies do Sul, as possíveis causas lógicas para o fenómeno, aparentemente inexplicável, das luzes. Mas Boone Creek reservava-lhe um desafio muito maior do que qualquer manifestação do além. O jovem jornalista de Manhattan ia ao encontro do seu destino. Mas disso ele não podia sequer suspeitar. Localizado num pequeno vale, rodeado de carvalhos, o cemitério de Cedar Creek era talvez o local mais improvável para encontrar uma beleza sulista, mas foi justamente aí que Jeremy viu surgir por entre o silêncio e a neblina, por entre a folhagem da grande magnólia e os túmulos que começavam a desmoronar-se, a figura esplêndida de uma mulher com os olhos mais extraordinários que alguma vez vira. Passou como uma miragem, tão irreal e enigmática quanto o próprio cenário. Mas o exotismo daquele olhar violeta voltaria a cruzar o caminho de Jeremy, para dissipar, definitivamente, todo o cepticismo do seu coração.












Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado para os 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, destinado a leitura autónoma.




Sinopse


«Pode ser que a mãe tenha pedido a esse pássaro para ir ter contigo à tua sala, para te fazer companhia...
A ideia era boa demais, mas tão apetecível que não resisti a perguntar:
- Achas que a Mãe, agora, pode falar com os pássaros, Clara?...
- Porque é que não há-de poder? Ela não está no Céu? Os pássaros não andam por lá também? Então?!
Os olhos encheram-se-me de lágrimas da mais pura alegria.»
Da cumplicidade entre duas irmãs e da sua capacidade para enfrentar a mais difícil situação das suas vidas se faz este livro escrito com a mestria e a sensbilidade a que nos habituou Maria Teresa Maia Gonzalez.




Plano Nacional de Leitura - Para alunos do Pré- Escolar, 1º e 2º anos

Livro recomendado para projetos relacionados com o Natal.
A propósito do Natal surge esta coleção de livros que, para além do gosto pela leitura, promovem o raciocínio e a destreza manual.
Em cada livro há cinco puzzles, e cada puzzle retrata uma determinada etapa da história, oferecendo assim à criança uma perspetiva diferente sobre a mesma.